23 de set de 2010

Hábitos que protegem o coração

Atitudes simples no dia a dia podem nos ajudar a gerar saúde. Veja aqui algumas das principais atitudes para evitar os danos ao coração


Mulher na praia
Hábitos simples podem evitar problemas no coração
Foto: Getty Images


Mantenha o peso sob controle

A gordura é uma grande inimiga do coração - e o pior tipo é o que se acumula na região abdominal (aquele efeito barriga de chope, sabe como?). Essa gordura eleva o colesterol ruim, o triglicérides, a pressão arterial e a inflamação nas artérias, comprometendo o funcionamento de dois órgãos importantíssimos: o fígado, que fica impregnado de lipídeos; e o pâncreas, que começa a produzir insulina com dificuldade.

Alimente a leveza, não o stress

Com o objetivo de deixar o corpo preparado para encarar o acúmulo de tarefas do dia a dia, o organismo produz dois hormônios: cortisol e adrenalina. Eles são nossa resposta às situações de stress e, entre outras coisas, aceleram os batimentos cardíacos e contraem os vasos sanguíneos, dificultando a circulação. No longo prazo, isso favorece o depósito das temidas placas de gordura nas paredes dos vasos. "Quando alimentamos uma raiva em silêncio estamos contribuindo para esse stress crônico. Por isso é essencial resolver as atribulações quando surgem e ter uma atitude positiva diante da vida. Temos que ser leves", orienta o especialista Otavio Gebara.

Mande embora o baixo-astral

Angústia, tristeza e depressão são alterações emocionais que causam problemas de sono, distúrbios alimentares, preguiça de se exercitar e levam a fumar mais. Só isso já bastaria para desencadear uma série de condições favoráveis para as alterações cardiovasculares. E, além desses pontos comportamentais, há um lado químico - a depressão produz substâncias que dão início a um processo de inflamação capaz de entupir as artérias.

Tenha muito cuidado com remédios para emagrecer

Para dizer o mínimo, nenhum desses medicamentos é bom, todos representam algum risco à saúde. Os mais perigosos são aqueles que aceleram a queima de gordura, pois fazem o coração bater mais rápido, induzindo a taquicardia, o que força a parede dos vasos. Cuidado! Só um médico pode decidir se você precisa tomar remédio para emagrecer.
Mulher comendo cereal
Alimentos podem ser grandes aliados
Foto: Getty Images

Use e abuse dos aliados à mesa

Os alimentos são fundamentais na prevenção das doenças cardiovasculares. Segundo a nutricionista Aparecida de Oliveira, chefe do serviço de nutrição do Instituto do Coração, de São Paulo, existem alguns alimentos que não podem faltar em seu cardápio diário. São eles a semente de linhaça, soja, fibras solúveis, derivados do leite, frutas, verduras e peixe.

Não fume (e, se fumar, não utilize pílula anticoncepcional!)

Fumar é tudo de ruim, você já sabe. Mas a combinação de fumo e pílulas anticoncepcionais atua como uma bomba-relógio no organismo feminino. Imagine duas forças opostas agindo dentro de um tubo cilíndrico a fim de arrebentá-lo. Isso é o que acontece com as veias e artérias de quem mistura cigarro e anticoncepcional. É verdade que as fórmulas mais modernas reduziram bastante a dose hormonal dos anticoncepcionais, tornando-os mais seguros. Porém, o risco de trombose (formação de coágulos que dificultam e às vezes impedem a circulação) não foi eliminado, sendo as pernas o maior alvo do problema. 

0 comentários:

Postar um comentário

 

Fazer Mais Fácil Template by Ipietoon Cute Blog Design