3 de jul de 2010

Benefícios do leite


Todos sabemos que o leite faz bem à saúde, mas você saberia dizer quais os reais benefícios que ele proporciona ao corpo? Nesta quinta-feira, 24, Dia Internacional do Leite, vale refletir – e aprender! - sobre este alimento tão importante.

O leite é o primeiro nutriente dos mamíferos e continua sendo benéfico por toda a nossa vida. O materno, recomendado como única fonte alimentar ao bebê até os seis meses, contém alto teor de lactose (açúcar) e menos teor de proteína que o de vaca, por exemplo. Mas por que o leite é essencial?

Além de ser uma fonte rica de proteína animal (importante principalmente para os vegetarianos), ele fornece uma grande quantidade de cálcio, mineral responsável pela formação óssea do corpo. O leite ajuda, por exemplo, a afastar o fantasma da osteoporose, doença que se caracteriza pela fragilização dos ossos e que atinge principalmente as mulheres em fase pós-menopausa.

Derivados podem substituir o leite

A ingestão de derivados como queijos, iogurtes, entre outros, pode substituir o consumo do leite em si e ser feita diariamente. Dê preferência para queijos brancos magros como o minas, o cottage e a ricota, e aos iogurtes naturais com baixas calorias.

Em uma dieta equilibrada, o grupo dos laticínios deve estar presente diariamente na alimentação em cerca de três refeições. As crianças merecem atenção redobrada pois o crescimento delas está intimamente ligado à quantidade de cálcio, vitaminas e minerais ingeridos até os sete anos.

O pico de desenvolvimento da massa óssea se dá aos 30 anos, a partir desta idade, é preciso ter mais atenção com a quantidade de cálcio ingerida, já que a perda se torna maior que o ganho. É recomendado o consumo do leite desnatado, que contém menos gordura e a mesma quantidade de cálcio do leite integral.

Confira os tipos de leite que existem no mercado:

 Leite de vaca: Pode ser de três tipos (A, B e C). O tipo A tem mais gordura e menos proteína que o tipo B. O tipo C contém cerca de 3% de gordura e é utilizado para a fabricação de queijos e outros derivados do leite.

Leite de vaca funcional: Os mais comuns são os enriquecidos com vitaminas e outros minerais, como o ômega 3, e os que contém baixo teor de lactose, ideais para pessoas sensíveis à substância.

Leite de cabra: Mais difícil de ser encontrado, este tipo de leite tem melhor digestibilidade em relação ao leite de vaca, com aproximadamente o mesmo número de calorias. Atende às pessoas com intolerância à lactose.

Leite de soja: Este tipo de leite não contém colesterol nem lactose, apresentando quase a mesma quantidade de proteínas do leite de vaca. No entanto, por serem proteínas de origens diferentes (vegetal), ele não é aconselhável como substituto integral do leite de vaca. É recomendado para casos de anemia (contém ferro), para diabéticos e pessoas pós-operadas.

Fonte: *Luana Stoduto é nutricionista, formada pela Unigranrio e especialista em Administração de Serviços de Alimentação pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

0 comentários:

Postar um comentário

 

Fazer Mais Fácil Template by Ipietoon Cute Blog Design