23 de abr de 2010

Os estágios da celulite

Chamada cientificamente de Paniculopatia edemo fibroesclerótica ou Lipodistrofia Ginóide, a Celulite é a grande vilã das mulheres.


A Celulite é proveniente do aumento do tecido gorduroso, que comprime os vasos sanguíneos, dificultando a drenagem de líquidos e toxinas. A deficiência na circulação e na drenagem dos líquidos e toxinas irá fazer com que haja alterações na pele. Essas alterações dão à pele o aspecto acolchoado (com furos aparentes), a tão chamada celulite.
Muitas mulheres não sabem, mas há vários tipos de celulite. Se você apresenta um quadro de celulite, verifique o estágio dela através da explicação abaixo:

ESTÁGIOS DA CELULITE

Sem Celulite - Estágio Normal

. Tecido gorduroso é ricamente irrigado;
. As células gordurosas são de tamanho e forma normais;
. Os vasos sanguíneos são eficientes e apresentam tamanho normal;
. Não existe edema no tecido.

ESTÁGIO I

. Há o aumento de volume das células do tecido gorduroso;
. A circulação ainda está normal, há apenas uma discreta dilatação das veias do tecido gorduroso;
. Nesse estágio a celulite não é visível a olho nu.
. A recuperação, nesse caso, é total.

O que pode ser feito para tratar a Celulite do Estágio I?

. Drenagem linfática (deve ser aplicada apenas por profissionais da área - esteticistas, massoterapeutas, fisioterapeutas, entre outros);
. Uso de Cosméticos com ativos como: Cafeína e Nicotinato de Metila;
. Exercícios;
. Os resultados são ótimos. A recuperação é total e em um curto período de tempo.

ESTÁGIO II

. Células gordurosas se tornam mais volumosas, inclusive as da camada mais profunda;
. O tecido apresenta certo grau de fibrose;
. Há a alteração circulatória devido ao aumento do volume das células. O sangue e a linfa são represados, o que dificulta a eliminação de toxinas;
. Quando a pele é apalpada, observam-se irregularidades na pele (pequenos "furos");
. Não há presença de dor.

O que pode ser feito para tratar a Celulite do Estágio II?

. Drenagem linfática (deve ser aplicada apenas por profissionais da área - esteticistas, massoterapeutas, fisioterapeutas, entre outros);
. Tratamentos com o uso de aparelhos, como Ultra-Som, Eletrolipoforese, entre outros (também devem ser realizados apenas por profissionais da área - esteticistas, massoterapeutas, fisioterapeutas, entre outros);
. Uso de Cosméticos com ativos como: Cafeína, Nicotinato de Metila, entre outros;
. Exercícios e reeducação alimentar;
. Os resultados são bons. Pode-se esperar recuperação total.

ESTÁGIO III

. As células continuam aumentando de volume;
. Há o desordenamento das células do tecido e aparecimento de nódulos profundos;
. Há o aparecimento de fibrose (endurecimento do tecido de sustentação da pele);
. A circulação se torna cada vez mais comprometida, com aparecimento de microvarizes e pequenos vasos;
. Ocorre a sensação de peso e cansaço nas pernas.

.O que pode ser feito para tratar a Celulite do Estágio III?

. Deve-se realizar os mesmos tratamentos que no estágio II, mas é necessário maior quantidade de sessões;
. A recuperação é boa, mas um pouco mais lenta.

ESTÁGIO IV

. O Inchaço desordenado das células gordurosas é acentuado;
. O tecido de sustentação se torna endurecido;
. A circulação de retorno se torna comprometida;
. A celulite é dura e a pele fica lustrosa, cheia de depressões e com aspecto acolchoado;
. As pernas ficam pesadas, inchadas, doloridas e a sensação de cansaço torna-se presente;

O que pode ser feito para tratar a Celulite do Estágio IV?

. Drenagem linfática continuamente (deve ser aplicada apenas por profissionais da área - esteticistas, massoterapeutas, fisioterapeutas, entre outros);
. Tratamentos com o uso de aparelhos, como Ultra-Som, Eletrolipoforese, entre outros (também devem ser realizados apenas por profissionais da área - esteticistas, massoterapeutas, fisioterapeutas, entre outros);
. Uso de Cosméticos com ativos como: Cafeisilane C, Cafeína, Nicotinato de Metila, entre outros;
. Exercícios físicos regularmente;
. Reeducação alimentar;
. O tratamento é lento e a melhora é parcial;
. Eventualmente, pode ser realizada subcisão e lipoescultura.

LOCAIS DE APARECIMENTO DA CELULITEL

. Região glútea;
. Região lateral da coxa;
. Faces internas e posterior da coxa;
. Abdômen;
. Nuca e parte posterior e lateral dos braços;
. Face interna dos joelhos;
. Em pessoas predispostas, pode atingir até mesmo o tornozelo.


FATORES QUE FAVORECEM O APARECIMENTO DA CELULITE

. Predisposição genética familiar;
. Alimentação em excesso, principalmente à noite;
. Pouca ingestão de água, e excesso de sal;
. Vida sedentária;
. Má alimentação;
. Fumo;
. Roupas apertadas;
. Dificuldade de circulação e eliminação das toxinas do organismo;
. Alterações hormonais, entre outros.


Fonte: Maria de Lourdes Vertuan
Farmacêutica-Bioquímica com Qualificação em Cosmetologia

0 comentários:

Postar um comentário

 

Fazer Mais Fácil Template by Ipietoon Cute Blog Design